segunda-feira, 8 de junho de 2015

Estações do BRT/Vetor Sudoeste adotarão tecnologia sustentável

07/06/2015 - Jornal da Manhã - Uberaba/MG

Segundo o secretário de Planejamento, arquiteto urbanista Marcondes Nunes de Freitas, os novos corredores do sistema BRT (Sudeste e Sudoeste) estão enquadrados dentro de projetos elaborados com base nos mais modernos conceitos de engenharia e arquitetura e em nada lembram o projeto implantado na avenida Leopoldino de Oliveira. Uma das novidades é relacionada às Estações. Segundo Freitas, as novas estações serão retangulares em estrutura metálica com vidros planos, que poderão ser adquiridos no comércio local. Além disso, foram projetadas algumas soluções de sustentabilidade, tais como: o reuso da água de chuva para limpeza das estações, telha termoacústica (reduz calor interno), ventilação cruzada (vidros móveis) etc.

O sistema de climatização proposto prevê a melhor distribuição do ar refrigerado, através de evaporadoras no teto, o que trará mais conforto aos usuários. "O projeto conta ainda com outras novidades, que serão reveladas apenas quando da apresentação pública para mostrar o quanto o projeto atual se difere do antigo e que foram estudadas várias alternativas para minimizar os impactos normalmente causados pela implantação dos corredores do BRT", disse Marcondes Freitas.

O secretário explica ainda que o prefeito determinou algo totalmente novo para que os erros do projeto anterior não fossem repetidos, portanto, a comunidade vai perceber nitidamente a diferença. Um dos exemplos de trabalho desenvolvido neste projeto diz respeito à reestruturação do pavimento ao longo do corredor exclusivo do ônibus Vetor, baseado nos levantamentos e sondagens realizadas no asfalto existente.

Nos locais de maior frenagem, como em frente às estações, conforme informa o secretário, o piso será em concreto armado, bem como nas pistas internas dos terminais e nas áreas de manobras adjacentes aos mesmos. As medidas visam a evitar a ocorrência dos problemas ocorridos no asfalto do BRT Leste/Oeste (avenida Leopoldino de Oliveira). Neste projeto também não serão utilizados os tachões, separando a faixa de rolamento de ônibus das outras, utilizando um novo conceito como em autoestradas, que é a pintura termoplástica em alto relevo

Nenhum comentário:

Postar um comentário