segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Primeiro dia de operação do BRT em Uberaba revela a necessidade de ajustes

01/02/2015 - Jornal da Manhã - Uberaba/MG

Reportagem do Jornal da Manhã foi até o centro da cidade ontem para conferir a satisfação de usuários no primeiro dia de funcionamento do novo sistema de transporte coletivo que recebeu o nome de BRT/Vetor. O resultado é que o serviço ainda divide opiniões da população, mas ainda há muitos ajustes a fazer. A reportagem constatou também que o novo sistema será um teste de paciência para muitos uberabenses.

Alguns usuários não sentiram dificuldades ao utilizar o serviço, mas temem que amanhã, 2 de fevereiro, quando marca o fim de férias para muitos, a situação esteja um pouco mais confusa. É o caso de Luciana Aparecida Ramalho, moradora do bairro Elza Amui, que diz não ter sentido modificação no serviço. Ela afirma que seguiu de casa para o terminal Leste no Manoel Mendes, de onde segue para o trabalho no centro da cidade. Acho que quem trabalha vai ter que pegar o ônibus mais cedo, porque neste comecinho os ônibus estão meio fora do horário, até a gente se acostumar. Fora isso está bom, os ônibus são confortáveis e limpinhos, avalia.

Júlio César Cabral de Oliveira, morador do Abadia, espera que o sistema traga melhorias, especialmente porque ele vai utilizar o serviço para trabalhar no bairro Pontal e também para estudar no bairro Olinda. Para a pensionista Zilda Conceição, moradora do bairro Mercês, a mudança complicou muito a sua vida e causou confusão na hora de pegar os ônibus. Ela conta que queria ir para o centro, mas acabou indo parar no terminal Oeste, no Uberabão, para depois voltar.

Em meia hora que a reportagem permaneceu nas estações da Artur Machado, cerca de quatro ônibus passaram sentido terminal Oeste, mas apenas um veio de lá lotado, sentido terminal Leste, no Manoel Mendes. Situação que causou revolta nos passageiros que esperavam e nos que chegaram. É o caso de Maria dos Reis, moradora do Uberaba 1. Não tem condição de ficar aqui neste calor. Está certo que são os primeiros dias, mas se ninguém fizer nada, o povo vai passar mal. Tem gente com problema de coração aqui e não dá para ficar assim, tem que ligar o ar-condicionado, que não está funcionando. Além disso, está demorando muito, reclama.

Para moradora do bairro Gameleiras e que desceu do veículo lotado e atrasado, o sistema vai prejudicar o cidadão. Lá no meu bairro tinha quatro ônibus e agora todos sumiram, ficou só um e segunda-feira a linha Alfredo Freire vai bombar. Motorista quando chegar ao Carlão não vai parar mais. Estamos todos revoltados. O prefeito que fique atento e ande para ver o que fizeram, destaca.

Além disso, os usuários chamaram a atenção para o risco de quedas para idosos, crianças e cadeirantes por conta da distância entre a rampa de acesso da estação para entrada e saída e os ônibus Vetor.

Prefeitura avalia que funcionamento teve 80% de acertos neste sábado

Cerca de 80% de acerto. Essa é a avaliação da Prefeitura para o primeiro dia de operação do sistema BRT/Vetor em caráter experimental. Segundo o superintendente de Transporte Público, Claudinei Nunes, e as empresas concessionárias, os problemas apresentados no primeiro dia foram abaixo do esperado. Ainda existem dúvidas, mesmo com todo o aparato montado pelo município, mas a maioria se refere às linhas alimentadoras e não ao Vetor. O tempo médio de espera pelo Vetor, com apenas oito dos doze carros circulando, segundo nota da Prefeitura, ficou na faixa dos seis minutos.

O número menor de carros é devido à demanda no sábado ser igualmente menor. Durante a semana, o tempo de espera deverá ser em média de quatro minutos. Além disso, como o sistema ainda está em fase de testes e ajustes, o prefeito Paulo Piau determinou o reestudo das rotatórias próximo aos dois terminais. A sinalização é importante porque as rotatórias estão na saída dos BRTs dos terminais, mas o impacto no trânsito local foi grande e o prefeito determinou à consultoria responsável que encontre uma alternativa que fique segura e que o tráfego flua melhor.

Equipe técnica se mobiliza hoje para solucionar os problemas verificados

No primeiro dia de funcionamento do sistema Vetor, ainda em caráter experimental, técnicos detectaram alguns problemas que serão solucionados nos próximos dias. Um deles foi na sincronização dos semáforos ao longo da avenida Leopoldino de Oliveira, o que obrigou os ônibus a parar em vários cruzamentos.

O superintendente de Planejamento de Trânsito e Transporte do município, Claudinei Donizetti Nunes, confirmou a situação. "Para o funcionamento do BRT a semaforização é importantíssima, por isso, equipe da empresa Dataprom e os técnicos da Settrans já estão trabalhando para realizar as correções e fazer os ajustes necessários", afirma.

Porém, Nunes também avalia que serão feitos alguns ajustes no sistema de integração, em especial nas linhas bairro a bairro que passam pelo terminal Oeste no Uberabão. "Já estamos acompanhando e fizemos pontuações para ajustes de horário das linhas, visando à sincronização entre o BRT e as linhas alimentadoras com o máximo possível de aproximação entre os horários. Há a questão de agora os usuários terem que usar dois ônibus, enquanto antes usavam apenas um, mas com maior tempo", frisa.

O superintendente lembra que o treinamento dos motoristas deverá ser reforçado, em especial aqueles que dirigem os ônibus convencionais até os terminais. Neste caso, o ajuste será junto às empresas para corrigir os erros. Por isso, ele pede a paciência dos usuários quanto às novidades e que as pessoas não atravessem fora das faixas de pedestres, evitando por completo transitar pelas canaletas. Claudinei Nunes revela ainda que atenderá um pedido dos usuários para a colocação de bancos de espera nos terminais. Já os painéis de itinerários nos bairros voltarão a funcionar na terça-feira (3), após o fim da transição de sistema.

Os problemas que ocorreram foram de ordem técnica e serão sanados neste início de semana. Uma pane elétrica danificou o sistema de sonorização em alguns ônibus, mas até na quinta-feira todos deverão estar funcionando. O sistema de GPS ficou instável em alguns momentos, mas foi normalizado. Técnicos vão trabalhar no domingo para a total regularização.

Nenhum comentário:

Postar um comentário