quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Sistema semafórico é testado por ônibus do Sistema Vetor em Uberaba

29/01/2015 - Jornal de Uberaba - MG

Ônibus do Sistema BRT/Vetor passaram pelos sensores do sistema semafórico. De acordo com informações da prefeitura, os testes tiveram início no fim de semana e, segundo o superintendente Claudinei Nunes, o saldo é positivo.

Nunes explica que os sensores foram colocados dentro da faixa exclusiva de ônibus e também nos próprios veículos. Quando os veículos passarem pelos sensores, os semáforos ficam no verde. "Os sensores foram colocados a uma distância segura para garantir que o trânsito flua com segurança para quem segue pela avenida e também para quem vai cruzá-la. O sistema monitora, inclusive, o horário dos ônibus. Se ele estiver dentro do horário, abre normalmente, mas, se estiver adiantado, não vai abrir. Ou seja, fica como está no tempo normal, garantindo, assim, que, ao longo do percurso, o ônibus se adéque ao horário", argumentou.

Dados da prefeitura apontam que, com a implantação do Sistema Vetor, serão retirados da avenida Leopoldino de Oliveira 84 ônibus. Na avenida, transitarão apenas os 12 ônibus do Sistema, que trafegarão, no horário de pico, de 4 em 4 minutos e, no horário de baixa demanda, de 10 em 10 minutos, com o objetivo de garantir melhor trafegabilidade.

O superintendente lembra que as inversões de mão de direção e a proibição de conversão à esquerda fazem parte do Sistema, com foco na agilidade do trânsito no centro da cidade e também na segurança. Nunes ressalta que, no projeto inicial, não havia implantação de sistema semafórico, nem de sinalizações específicas. No entanto, como estas questões, prioritariamente, envolvem a segurança dos usuários do Sistema e também dos motoristas que utilizam a Leopoldino de Oliveira, o prefeito Paulo Piau solicitou estudo especializado e a instalação de um sistema mais seguro.

"O prefeito determinou que a segurança deve vir em primeiro lugar. Por isso, a implantação de todo este sistema está alicerçada em consultoria especializada na área. Nada foi feito aleatoriamente. Tudo foi alvo de estudo e executado de forma a dar a agilidade que o sistema precisa e, mais que isso, trazer segurança para que o sistema opere corretamente e não traga risco à população, sejam os usuários ou motoristas, bem como os pedestres que trafegam pela avenida", concluiu.

População é orientada sobre o BRT/Vetor

A Prefeitura de Uberaba, através da equipe de ajuda, começou a atuar, nos últimos dias, no centro da cidade, para orientar a população sobre o Sistema BRT/Vetor, que entra em fase de testes ainda esta semana. Segundo informações da PMU, a equipe é formada por quarenta pessoas, que estarão de coletes com a inscrição "Posso ajudar?" para panfletagem e tirar dúvidas da população. A partir do momento em que o Vetor entrar em operação, a equipe passará a atuar dentro das estações-tubo.

"O Vetor é para melhorar o transporte coletivo em nossa cidade e esta é só a primeira fase. Já temos R$ 42 milhões em caixa para construir o segundo eixo do BRT, mas só teremos o sistema completo quando os três eixos estiverem operando", ressaltou o prefeito Paulo Piau.

O prefeito ainda enalteceu a preocupação do município para que o Sistema funcione de maneira segura. "Investimos R$ 18 milhões com as adaptações voltadas para a segurança da população. Foi preciso instalar semáforos, grades, entre muitas outras coisas, pois tivemos conhecimento de que, nas cidades onde não se investiu muito em segurança, ocorreram acidentes", completou.

O superintendente de Planejamento e Transporte, Claudinei Nunes, defende que, com a redução da frota de ônibus na avenida Leopoldino de Oliveira de 84 para 12, o trânsito também vai melhorar. Nunes ressalta que, atualmente, Uberaba é a cidade do interior com maior quantidade de veículos em Minas Gerais. Conforme dados divulgados pela Secretaria de Trânsito, até dezembro do último ano, havia 201.544 veículos circulantes na cidade, o equivalente a, aproximadamente, 1,6 habitante por veículo.

A Secretaria de Planejamento também se coloca à disposição para esclarecer a população sobre o Vetor, através dos telefones (34) 3318-0408 ou (34) 3318-0409.

Nenhum comentário:

Postar um comentário