quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Continua o ‘faz e refaz’ no BRT de Belo Horizonte

23/07/2013 - Hoje em Dia - BH

O quebra-quebra sem fim em que se transformaram as obras do BRT (transporte rápido por ônibus) de Belo Horizonte teve mais um capítulo nessa segunda-feira (22). Na avenida Santos Dumont, no Centro, degraus da escada de acesso a uma plataforma de passageiros foram rebaixados em pelo menos 10 centímetros.

Desde maio, uma sequência de falhas tem obrigado as empreiteiras a refazer partes da obra, que, em setembro, completará dois anos de atraso. A expectativa é a de que o sistema entre em operação apenas no primeiro bimestre de 2014.

Justificativa

O motivo dos trabalhos de ontem, segundo um fiscal da prefeitura que estava no local, foi a construção da escada fora das diretrizes do projeto. A base de concreto não levou em consideração a espessura do acabamento que revestirá a estrutura. Assim, a escada ficaria desnivelada com a plataforma.

"Essas coisas acontecem. Para escolher qualquer tipo de material na casa da gente, já é difícil. Imagina aqui, onde todo mundo dá palpite", afirmou o funcionário, que pediu para não ser identificado.

Pelo menos três operários trabalharam na destruição do concreto. A demolição deve ser reiniciada hoje de manhã.

Revoltante

Recorrente, a quebradeira irrita comerciantes. "Já nem sei mais o que pensar. Essa obra não tem fim. Não ficou pronta ainda e, pra mim, nem vai ficar. É todo dia uma desculpa nova e mais uma parte que é destruída", afirmou o gerente de uma loja de utilidades domésticas.

Até as 19 horas desta segunda-feira (22), a Prefeitura não havia se posicionado sobre o assunto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário