sábado, 4 de agosto de 2012

BH iniciou todas as obras de mobilidade previstas para a Copa

30/07/2012 - Diego Salgado

Cidade terá cinco intervenções viárias e três linhas de BRTs, com investimento de R$ 1,389 bilhão

Trabalhos no viaduto que faz parte da obra Corredor Pedro II (crédito: Antônio Rodrigues)

Belo Horizonte tem oito obras de mobilidade urbana previstas na Matriz de Responsabilidades da Copa. Desde abril deste ano, quando foram iniciadas os trabalhos para a construção do BRT Área Central, todas as intervenções listadas no documento entraram em andamento.

Até a Copa das Confederações, em junho de 2013, a capital mineira terá cinco obras viárias concluídas, com uma central de monitoramento e um corredor exclusivo de ônibus, informa a prefeitura, por meio do Comitê da Copa em Belo Horizonte. Além disso, a cidade passará a contar com três linhas de BRTs. No total, o investimento será de R$ 1,389 bilhão, com R$ 1,023 bilhão do PAC e R$ 365,5 milhões da prefeitura.

Os BRTs, segundo o Comitê da Copa, estarão concluídos até maio de 2013, mas só vão operar em "pleno funcionamento", com todos os ônibus e estações, na Copa do Mundo. A obra do BRT Antônio Carlos, linha que ligará o aeroporto de Confins à região hoteleira e ao centro, com estação próxima do Mineirão, foi iniciada em junho de 2010. Até o momento, R$ 83 milhões de um total de R$ 634 milhões já foram investidos na construção. O trecho da avenida Abraão Caran já está inaugurado.

No BRT Cristiano Machado, o investimento chegou a R$ 11 milhões. No total, a linha, cuja construção começou em setembro de 2011, custará R$ 52,6 milhões. O sistemas serão interligados pelo BRT Área Central, em obras há três meses e orçado em R$ 58 milhões - os gastos chegaram a R$ 1 milhão. A estimativa da prefeitura é que que mais de 750 mil passageiros sejam beneficiados com os sistemas da Antônio Carlos e da Cristiano Machado. O tempo de viagem deve diminur 57%, e a quantidade de ônibus na cidade caia quase 40%.

Em abril deste ano, o TCE (Tribunal de Contas do Estado) suspendeu os processos licitatórios das estações São Gabriel (Cristiano Machado) e Pampulha (Antônio Carlos). Os processos, porém, foram retomados. O primeiro já foi concluído e o segundo está em andamento. De acordo com a prefeitura, em nenhum momento as obras dos BRTs foram interrompidas.

Obras viárias
Duas obras viárias da cidade foram iniciadas em 2012: o corredor Pedro II e a Via 710. Os investimentos serão de R$ 27,9 milhões e R$ 174,9 milhões, respectivamente. O primeiro projeto da prefeitura para as avenidas Pedro II e Carlos Luz era implantar mais uma linha de BRT. No entanto, os custos elevados com desapropriações - cerca de R$ 153 milhões - fizeram mudar os planos.

Agora, as vias ganharão corredores convencionais, que terão a participação da BHTrans, empresa mista responsável pelo trânsito da cidade. A primeira etapa das obras está sendo feita no Viaduto B, no Complexo da Lagoinha, que liga a avenida Pedro II à avenida Olegário Maciel. Já na Via 710, ocorrerá a implantação de um corredor transversal de quatro quilômetros. Ele fará a ligação da região nordeste de Belo Horizonte ao BRT Cristiano Machado.

Outra via de 1,6 km com corredor de ônibus fará parte da cidade a partir de novembro deste ano: a Via 210, que conectará a região do Barreiro ao centro e ao sistema de metrô. Em obras desde agosto de 2011, a intervenção custará R$ 106,2 milhões - R$ 9,4 milhões já foram empregados. Em duas fases, os trabalhos na Boulevard Arrudas/Tereza Cristina começaram em junho de 2010.

A primeira etapa, orçada em R$ 66 milhões, consistiu na readequação da avenida dos Andradas, canalizando o ribeirão Arrudas em seu trecho central. A parte final do projeto prevê a implantação do Boulevard até a avenida Tereza Cristina até janeiro de 2013. O custo será de R$ 155 milhões.

A capital mineira terá ainda um investimento de R$ 31,6 milhões na expansão do controle de tráfego, com modernização dos sistemas atuais. De acordo com a prefeitura, os equipamentos já foram adquiridos e os gastos chegaram a R$ 10,5 milhões. Os trabalhos começaram em setembro de 2010 e devem ser concluídos até março do ano que vem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário